Simas's Blog

Allegro ma non troppo

Nasci para correr

O vento sopra com força em meu rosto. Através das brechas no capacete, ouço o ronco do motor. A moto como uma flecha percorre a estrada. Me sinto livre, livre como um pássaro.
A paisagem, como se tivesse sido pintada, vai mudando a medida que sigo. Montanhas, vales, planícies é tudo que preciso. Dirigir para esquecer os problemas deste mundo cada vez mais insano. Apenas isso é do que preciso.
Nasci para correr…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: